Restoration %%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%% \subsubsection{Recuperação de Áreas Degradadas} \label{sec:areas_recupera}

Diversas são as atividades humanas que acarretam a supressão de vegetação nativa, em muitas vezes excedendo os limites legais estabelecidos pelos órgãos ambientais, bem como o próprio limite de resiliência natural, tornando necessária a Recuperação de Áreas Degradadas \citep[RAD –][]{Aronson2011}. A legislação brasileira defende a preservação do meio ambiente como um direito de todo cidadão (Constituição Federal, \href{https://www.senado.leg.br/atividade/const/con1988/con198806.06.2017/art_225.asp}{Art. 225}) e a lei \href{http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9985.htm}{9.985/2000} define conceitos relativos aos casos de RAD. Áreas degradadas por mineração, atividades ilegais, desmatamentos ou atividades agrícolas que não respeitaram os processos de licenciamento ambiental ou os limites estabelecidos no Código Florestal (lei \href{http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2012/Lei/L12651compilado.htm}{12.651/2012}), devem passar pelo processo de RAD.

O tema do Doutoramento do Rafael Albuquerque, orientado pelo proponente no Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental (PROCAM) do IEE-USP, é estudar a aplicação do uso de VANT para avaliação e monitoramento de áreas em processo de Recuperação Ambiental (RA), considerando o contexto atual brasileiro. Busca-se um novo mecanismo, não só para monitorar, mas também para registrar informações acerca da qualidade do processo de RA, como crescimento, sobrevivência e biodiversidade da vegetação implantada no local.

Dentre os trabalhos em desenvolvimento nessa linha estão a contagem automática de indivíduos arbóreos em áreas de RA (a fim de avaliar o sucesso da implantação de métodos de recuperação) a partir de imagens óticas obtidas por VANTs e em seus produtos derivados, como MDEs e MDSs.

Além do uso de imagens óticas obtidas com sensores RGB (espectro visível), planeja-se a utilização de sensores que captem informações nos comprimentos de onda do infra-vermelho, que podem ser utilizadas para elaboração de mapas de índices de vegetação, como NDVI (\textit{Normalized Difference Vegetation Index}) \citep{Huete1987}.